Limite de compras em Free Shops passará para US$ 1.000 em 2020

CASA DE CÂMBIO - CAMBIO - JOINVILLE - COTAÇÃO - VIAGENS - CÂMBIO - JARAGUÁ DO SUL - JARAGUA - CASA DE CAMBIO JARAGUA DO SUL - CASA DE CAMBIO JOINVILLE - REMESSAS INTERNACIONAIS - CÂMBIO IMPORTAÇÃO E EXPORTAÇÃO - MONEY GRAM - REMESSA EXPRESSA - COTAÇÃO - MELHOR CÂMBIO - ONDE FAZER CÂMBIO - qui, 14 de novembro de 2019 às 11:43



Se você, assim como a maioria dos brasileiros, não resiste a uma paradinha no free shop a cada viagem internacional que faz, então esta será certamente uma boa notícia. A partir de 2020 o atual limite de compras de US$ 500 (aproximadamente R$ 2.008) vai dobrar, passando a US$ 1.000 (cerca de R$ 4.016).

A portaria que garante o aumento já foi assinada pelo presidente Jair Bolsonaro e passa a valer a partir de 1º de janeiro do próximo ano. Haverá também alteração de valores para compras nos free shops de fronteiras terrestres, como Paraguai, por exemplo. Neste caso, a cota aumentará de US$ 300 para US$ 500.

Vale ressaltar que a mudança só inclui as compras feitas nos free shops, ou seja, o limite de gastos fora do país com mercadorias trazidas para o Brasil dentro da sua bagagem, continua em US$ 500. Esse valor faz parte de uma norma do Mercosul, seguida por todos os países integrantes do bloco e não pode ser alterado.

Os free shops são lojas localizadas em portos e aeroportos que atraem a atenção dos turistas por venderem produtos isentos de Imposto de Importação, de Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) e do recolhimento de PIS/Pasep-Importação e Cofins-Importação, o que resulta em preços bem mais baratos.

Hoje, a empresa responsável pelos free shops dos maiores aeroportos internacionais do Brasil é a Duty Free. Para comprar você precisa ser passageiro de um voo internacional – chegando ou saindo do país. No caixa, é preciso apresentar seu passaporte com o bilhete aéreo.

Fonte: blogdoaffinity.com.br

Galeria de Fotos: